Welcome to the end - A letter.



 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
AVENGED SEVENFOLD O

Compartilhe | 
 

 Welcome to the end - A letter.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Revolution Witch
Titulado: Tramistas ∫ Administradores.Tramistas ∫ Administradores
Revolution Witch



Welcome to the end - A letter. Empty
MensagemAssunto: Welcome to the end - A letter.   Welcome to the end - A letter. I_icon_minitimeSeg Out 31, 2011 2:23 pm



Bucareste, 07 de Julho de 2039



Há alguns meses meu querido amigo Jurek Szpilman morreu. Morreu envenenado em uma câmara de gás em Birkenau na Cracóvia. Morreu como um verme inútil ou uma raça inferior, o pior é que isso é a verdade nestes tempos, ele era de uma raça inferior, era um ser humano sem o domínio da magia.

Eu por sorte continuo vivo, graças ao cabedal de minha família e a grande amizade que tenho com alguns agentes do governo que nos deixam em paz na nossa propriedade rural na Ucrânia, mas infelizmente cada vez que ligo o rádio ou ouço a TV, cada instante que consigo ter acesso à rede mundial de computadores não consigo deixar de pensar que meu amigo Jurek Szpilman morreu. Mas isso já não foi o bastante? Já não sofremos demais com o louco nazi Adolf? Porque agora temos de estar nas mãos da megalomaníaca causa libertária desses seres de outro mundo?

A supremacia da sociedade bruxa. É assim que eles justificam as atrocidades que vem cometendo por todo o mundo e isso é o que me deixa mais espantado. No ano de 2024 éramos 7.500.000.000 em toda a terra e em apenas oito anos de guerra, esses seres obscuros e possuidores de um poder sem igual nas mãos, lançando raios, águas, ares e fogos devastadores mataram todos nossos líderes, tomaram os poderes dos países e nos diminuíram para um reles numero de 2.583.000.000. Uma das artimanhas que mais impõem medo é um raio verde que tira imediatamente a vida daqueles que os confrontam, não há possibilidade de apertar um gatilho, nem mesmo de mirar, quando se nota já se está morto, indolor, sem resquícios, mas extremamente eficaz, uma verdadeira peste que conseguimos descobrir se chamar Avada Kedavra ou a Maldição Da Morte.

E atualmente a mulher que nos governa, que se intitula Primeira-Ministra Da Magia Do Mundo, veio a público noticiar a mais nova arma contra os Reacionários – é assim que ela chama os que querem o bem de todos -, um estranho Latitudo Sentinar que consegue ter a força de uma ogiva nuclear e como os estadunidenses usaram os japoneses de cobaias, ela utilizou os pobres australianos em uma demonstração ao vivo. Uma verdadeira atrocidade.

Tudo se iniciou em uma tarde em 21 de Setembro de 2024, quando imensos prédios de caráter medieval surgiram sem mais nem menos e humanos em vassouras começaram a voar, seres estranhos invadiram as ruas e no dia seguinte um estranho porta-voz apresentou-se no Parlamento da Inglaterra explicando em seu discurso intimidador que aquele 21 de Setembro de 2024 deveria ficar marcado como o fim da opressão da comunidade mágica imposta pelos seres humanos, os Trouxas, e que a partir daquela Dara qualquer ser trouxa que não concordasse em dar integração aos bruxos seria morto e dizimado. O pequeno homem de cabelos brancos e roupas que pareciam do século XX pronunciam que a comunidade mágica já havia sido muito espezinhada, que as caças às bruxas dizimaram sua população e que por isso tiveram de se esconder por todos estes séculos sem desfrutar da liberdade que lhe era cabida. Tudo havia acabado, tudo haveria de mudar a partir daquela data.

O Primeiro-Ministro inglês tentou argumentar, disse que queria mais explicações, que uma abordagem diplomática seria mais eficiente, agiu como se houvesse ali uma quebra de um pacto e nada obteve de resposta a não ser um raio verde saído de um pedaço de madeira na mão do ser bruxo que clareou o salão do parlamento em direção ao homem que rebatia as suas palavras e instantaneamente ele caiu inerte por cima da bancada, morto. Um horror se espalhou a partir daquele dia e nunca mais parou. Países foram tomados, uma verdadeira guerra havia começado sob a justificativa de uma supremacia da raça bruxa, uma pureza sanguinea, uma liberdade ressequida que precisava ser preenchida novamente.

Israel, EUA, Inglaterra, França, Japão, Rússia, Brasil, México, todos, simplesmente todos os países que dantes nos pertenciam foram dizimados, suas forças armadas completamente arrasadas por criaturas que até então só se conheciam a partir de contos: Fadas, Duendes, Gigantes, Centauros, Dragões e eles que segurando as varinhas soltavam verdadeiras pragas em cima da raça humana, pareciam a reencarnação de Deus, como se um pedaço de seu poder grandioso tivesse sido repartido para cada ser daquele. As religiões começaram a especular dizendo que finalmente o fim dos tempos havia chegado, a católica nomeou de apocalipse, o evangelismo de arrebatamento, nós judaicos que a vinda do senhor estava chegando e que esses eram os seus anjos que acabariam com a maldade do mundo e assim deixariam a paz reinar, mas todos estávamos enganados, pois eles eram como nós, sofriam dos mesmos males que nós e passaram a incorrer nos mesmos erros que nós, tornou-se uma sociedade parecida como a nossa, mas regida pela Bruxaria e pelo autoritarismo que garantiria a Liberdade que eles jamais tiveram, foi um simples desejo de vingança.

Terríveis oito anos de guerra depois e nos fazendo de pobres ratos acuados nos esgotos e tementes do raio verde
implantaram seu governo global e cada grande monumento foi tombado em nome de uma instituição que garantiria seu poderio. O Capitólio dos EUA, a maior das nações virou o seu poder judiciário; O Parlamento inglês tornou-se a sede de uma Comunidade Das Nações que só atendia aos ditames do ditador que eles chamam de Ministro da Magia e que passou a residir em Buckingham; E a maior prelazia pessoal, a criação de um Departamento de Imprensa e Propaganda que cuida de todas as publicações e interfere na vida de todos, faz listas de livros e programas trouxas que não devem ser vistos, que são considerados subversivos à ética bruxa e esse ficou na capital do Brasil, até então a quinta potência do mundo.

E o maior terror para nós filhos de Israel voltou com uma força estrondosa. A máquina mortífera que nos dizimou na segunda guerra mundial foi recriada com o mesmo preceito e a mesma justificativa, inclusive os mesmos prédios. Auschwitz-Birkenau, Treblinka, Manzanar e diversos campos onde concentrações enormes de seres humanos são mortos diariamente para que paguem por seus pecados. A purgação virou o castigo mais comum e milhões de humanos são queimados a ferro com uma cruz no peito, desrespeitou-se a dignidade da pessoa humana e todos obrigados a ter esta marca a fogo para poder se dizer “Homens Livres”. Findou-se com a igualdade, Cessou-se a democracia, Suspendeu-se o Direito e todos passamos a ser animais que causam problemas e necessitam serem ou domesticados ou arruinados.

Meu querido amigo Szpilman fora mandado para Birkenau por não ter dinheiro ou serventia o suficiente para se tornar um “homem livre” e o único contato que continuamos a ter foi graças ao suborno que paguei a um dos Duques das Chamas, os guardas que representam a maldita SS e suas perversidades e alienações, para que servisse de ponte entre nós por meio de cartas. Na última carta que me mandou tornou a contar a dificuldade e a opressão que vivem, contou também que uma vez fora visitado por uma mulher linda e bastante educada que parecia ser importante porque andava com muitas pessoas ao seu redor, ela pegou em sua mão e disse que tudo aquilo iria acabar em pouco tempo, pobre Szpilman não sabia, mas teve a infelicidade de cruzar com a Ministra em pessoas e o seu sofrimento que ela prometeu acabar estava marcado para à tarde quando o seu grupo foi jogado em uma sala minúscula e assassinado com gás.

Meu querido amigo Szpilman morreu e eu estou prestes a seguir o mesmo caminho.


Daquele que torce pela queda.
P.S.: Ao ler estas palavras significa que morri e você as encontrou perto de meu corpo putrefato



Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.rpgwizengamot.com
 

Welcome to the end - A letter.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Trama Central :: A História-
Criar fórum no Forumeiros | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum