King's Cross



 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
AVENGED SEVENFOLD O

Compartilhe | 
 

 King's Cross

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Revolution Witch
Titulado: Tramistas ∫ Administradores.Tramistas ∫ Administradores
Revolution Witch



King's Cross Empty
MensagemAssunto: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeTer Nov 01, 2011 11:04 am

King's Cross 2utjgqq

~ King's Cross ~

A estação se localiza no bairro de Kings Cross ao nordeste do centro da cidade, no distrito de Islington. Várias plataformas para o embarque de trem buscam facilitar o transporte dos trouxas e leva-los aos outros pontos da cidade, a não ser uma plataforma: a 9 3/4, que possui esse nome por estar entre as plataformas 9 e 10, mais especificamente, em uma passagem secreta onde os bruxos devem atravessar uma coluna para sair no local de embarque do Expresso de Hogwarts, que levará os alunos até os arredores do castelo, de onde eles serão guiados pelo Guarda-caças até o interior da Escola.




Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.rpgwizengamot.com
Sammy Walker
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Sammy Walker


Nome Completo : Walker
Animal de Estimação : Gato
Patrono : Gato
Varinha : Salgueiro
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 28
Estou - Resido : Durmstrang
Profissão - Lazer : Student

Informações Bruxas
Cursando: 7º Ano
Casa: Durmstrang
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeDom Jan 15, 2012 2:48 pm

King's Cross Capa10
Flashback ~ King's Cross ~ Check In ~ 001

Uma manhã na qual não se podia chamar de normal. Aliás, pra Sammy nenhuma manhã era normal, já que a rotina do garoto tinha sempre que estar virando de pernas pro ar, e naquela segunda feira, para o azar do nosso querido herói, não foi diferente. Dormia como uma pedra, literalmente. No quarto grande e vasto, as roupas do garoto coloriam o lugar, aliás, bagunçavam. Adormeceu antes mesmo de conseguir terminar a segunda mala, se bem que isso não era uma tarefa tão fácil, ainda mais pra alguém que viva cercado de empregados, fazendo todos os desejos que possuia.

Resumidamente, Sammy tentou descer do salto, mas em vão. Após alguns minutos, despertou, quando o sol adentrava os feiches da cortina, e lhe atingia diretamente o rosto, consequentemente, o deixando aquecido, até demais, por sinal - e tudo bem que ele dormia como uma pedra, porém, não era idiota. Seus cabelos com aquele brilho natural, que aumentava á medida que o sol tocava seus fios, fios que por sinal, eram a paixão de San, apelido carinhoso. Apoiando as mãos no chão, se levantou lentamente, olhando a sua volta.

Coçou os olhos, e balançou a cabeça, tentando fazer com que tudo aquilo fosse um sonho, e ele pudesse dormir novamente, pela manhã ele era o que se podia chamar de topeira. Arregalou os olhos bruscamente, quando se deu conta de que no dia de hoje aconteceria o embarque á Hogwarts, e se desanimava somente de se lembrar, já sentia saudade de Durmstrang, estava abandonando os amigos, em busca de aprofundar os estudos, concordava que não era o único, mesmo assim, a ideia de abandonar sua verdadeira origem por um colégio que "aceitava qualquer um", tornava tudo mais difícil.

Já de pé, bufou longamente, e ergueu os braços o máximo que pôde, levando uma das mãos até as costas- Caramba, mal jeito de novo? - retorceu levemente a face, e juntou ligeiramente as ultimas roupas que estavam espalhadas pelo chão, jogando-as dentro das suas malas, que por sinal não eram poucas. Que falta mamãe fazia nessas horas, na verdade em todas, já que ele era um marmanjo assumidamente dependente de sua mãe, ou como todos diziam, o bebezão da mamãe, argh, nem se importava mais, a verdade podia ser doída, mas devia ser dita, nhé.

Tacou as malas com violência em cima de sua cama, e se postou diante de um pequeno espelho oval, preso na parede. Abriu um sorriso gracioso, era sempre uma dádiva á ele, poder se olhar todos os dias, que por sinal, era muito bonito, e bem narcisista, sei que não conseguiram perceber, então eu os digo. Alisava seus cabelos com a ponta dos dedos, e a medida que os fios se desarrumavam, ele sacudia a cabeça, definitivamente, os cabelos de Sammy eram invejáveis á qualquer um, inclusive á muitas mulheres. Mas voltando ao foco, adentrou o banheiro, e ali pôs-se a tomar um demorado banho, e sorria se lembrando das falas de sua mãe, que viviz dizendo: "Lava tudo direitinho, até ficar branco"- Se fosse levar isso ao pé da letra, nem tomaria banho, já que ele possuía uma palidez natural, podendo se enchergar até algumas pequenas veias da testa, era quase um albino. Enrolado em uma toalha, enquanto uma outra transpassava seus ombros, pegou um retrato de seu ex-namorado, o monitor chefe que tivera a proeza de apaixoná-lo, e de quem sentia muita falta, e eram nesses momentos em que uma pontinha de ansiedade invadia a mente de Sam, desejando reencontrá-la, após muito tempo.

E o tempo passava, ele mal se dando de conta de que estaria quase na hora do embarque, mas a foto o impedia de se mecher, era como se mergulhasse em suas lembranças, e tudo que haviam vivido juntos retornasse com uma força avassaladora na sua mente. - Sammy, o café está pôsto.- Batidas na porta o surpreenderam, fazendo com que soltasse a foto, deixando-a cair no chão. Recolheu o objeto, e enfiou dentro de uma das gavetas de sua escrivaninha, enquanto murmurava com a voz levemente rouca: - Eu já estou indo, Ruth, obrigado.

- Ruth era como se fosse uma segunda mãe de Sammy, enquanto a sua passava quase todo o tempo viajando á trabalho, o mesmo acontecia com o pai, e acabava se sentindo solitário as vezes, pelo fato de seus irmãos serem completamente desligados dele, porém, ruth conseguia suprir a falta de carinho, que as vezes recaía sobre ele. Colocava um pouco sem jeito os uniformes, bom, ao menos tentava, era impressionante como nunca conseguia ajeitar sozinho a sua gravata, porém, tentava até que não pudesse mais. RUTH ! - soltou um grito, e se surpreendeu quando a senhora se postava diante dele:

- Sam, você nunca aprende mesmo.- A pequena senhorinha, com os cabelos grisalhos, sorria graciosamente, e Sammy não podia deixar de rir da própria situação em que se encontrava, completando: - Eu tenho somente duas coisas á dizer. A primeira, Ruth, por que eu não tenho olhos como os seus? eu ainda roubo eles, eim. - Eram lindos os olhos da senhora Rutherford, um azul ciano, no qual Sammy nunca havia presenciado. Eram unicos, mágicos. - E a segunda, o que seria de mim sem você, dona Ruthienne? - E se abaixou, dando um caloroso abraço na mulher, e ambos riam alegremente, até que ela resolveu se pronunciar:

- Bom, também tenho duas coisas a te dizer, meu caro. O primeiro. Você é um garoto muito invejoso, sabia? são meus meus meus e meus, eu que comprei, portanto, são meus. e a segunda, a, é verdade, não seria absolutamente nada sem a ruth aqui.- Cruzou os braços, enquanto o rapaz não se continha em risos, com uma das mãos na cintura, terminando de se vestir. Balançou a cabeça algumas vezes, e continuou: - Por Merlin, alguém quer comprar uma senhora de olhos azuis, e muito humilde, por sinal?

Postou as mãos no ombro da senhora, e juntos desceram as escadas rumando á cozinha, de trenzinho. Era um amor maternal que ambos tinham um com o outro, já que passavam a maior parte do tempo juntos, naquela imensa mansão dos Walker's. A mesa de café estava linda, como sempre. Puxou uma cadeira para a senhora, e erguendo o pescoço, sorriu - S'il vous plaît, Mademoiselle. - E se sentou logo ao seu lado, enquanto a mulher dizia com uma voz imponente: - Je vous remercie, monsieur.- E tomava o café, notando que á todo momento, a mulher mirava o relógio na parede, e sua face se entristecia, Sammy sabia que seria a hora de partir, rumo á escola.

Os olhos não podiam deixar de ficar marejados, e seu coração se partia, ao ver os pequenos olhos azuis derramarem lágrimas, chegava quase á desistir de tudo, somente para poder ficar em casa, cuidando de sua "mãe". Deu um abraço forte em Ruth, e agarrou as malas ao canto da mesa, se dirigindo á porta de casa. Despedidas eram sempre tristes, porém necessárias, ele não conseguiria embarcar sem antes falar com sua familia, que no momento, se baseava somente na pequena senhora, Ruthienne. Respirou fundo, concentrou-se e aparatou, sentia sua mão escorregando por causa do peso da mala, mas manteve o foco.

Desaparatou na plataforma, e já seguia as orientações recebidas em Durmstrang, para embarcar sentido Hogwarts, limpou o suor do rosto, que já descia pelo seu queixo, não era um suor de calor, mas de apreensão, até porque o clima era bem ameno, quase frio. Aquele zig zag rotineiro de sempre tomou conta do strangeiro, entrou na cabine 23B a que estava indicada no bilhete e assentou encarando a janela.

•tags• no one.
•status• Flashback
•comments• Ridículo, horrivél. Blerght. Me desculpem, criatividade passou longe dessa vez. Saiu de casa | Acabou de entrar no trêm, sentido hogwarts | Olhando pela janela, na esperança que tudo isso acabe logo.
•wear• Conjunto de Dursmstrang
•credit• G.B of Durmstrang


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://durmstrang.justboard.net
Ivyenne Lannister
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Ivyenne Lannister


Habilidade : Nenhuma
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 26
Estou - Resido : Wonderland

Informações Bruxas
Cursando: 4º Ano
Casa:
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeDom Jan 15, 2012 3:35 pm

OFF: acabei com a edição, alguem pode apagar esse para mim?


Última edição por Ivyenne Lannister em Dom Jan 15, 2012 3:42 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ivyenne Lannister
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Ivyenne Lannister


Habilidade : Nenhuma
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 26
Estou - Resido : Wonderland

Informações Bruxas
Cursando: 4º Ano
Casa:
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeDom Jan 15, 2012 3:42 pm

Bruta, ciega, sordomuda


- - - - - - - TORPE, TRASTE,TESTARUDA

Es todo lo que he sido, por ti me he convertido.En una cosa que no hace otra cosa más que amarte.Pienso en ti día y noche y no sé como olvidarte.
___________________________________________________________________



Por que cargas d'água eu deixava tudo para cima da hora? Já tinha gritado minha mãe umas quinhentas vezes e ela arrumou todas as nossas compras do Beco Diagonal no fundo do malão, eu não podia mais chamá-la. Claro que não, ela tinha saído, foi para o ministério cedo e como papai ia viajar uma hora depois de minha ida para a escola , seria dele a atual responsabilidade de me levar à King's Cross. Respirei fundo, dobrei meus cardigans, vestidos, uniforme , jeans e uns mil pares de sapatos. Ainda bem que aquele malão tinha sido adaptado, porque se não, nunca, mas nunca mesmo serviria à uma garota. Sorri quando finalmente coloquei o lembrol entre minha bolsa de roupas de baixo e meias. Fechei o malão com força e um certo estrondo, pisei e ajoelhei em cima dele para conseguir fechar as amarras, já estava com a testa pingando quando desci para tomar café. Sentei numa mesa que parecia a que tinhamos usurfruído no hotel em Nova Iorque, papai tinha caprichado dessa vez, só que as nossas comidas eram "way better than" as comidas trouxas. Papai me olhou com aquele olhar de saudade, como se eu fosse uma menininha , um baby de 3 anos e que ia abandoná-lo e eu retribui , um sorriso meigo e cheio de amor, mas pela comida e não pela despedida. Ele riu e disse:

-Nossa, você tem que comer rápido. Está imunda e suada, eca... como que veio tomar café assim?
- Ele se sentou do meu lado e baixei a cabeça encabuladamente, na verdade, eu já tinha meio que tomado banho, né? Mas o trabalho árduo de arrumar o malão tinha me deixado nojenta e pegajosa. Papai sacudiu a cabeça e começamos a comer, conversamos sobre tópicos qualquer como disciplinas lecionadas e presos em Azkaban. Mas logo ele me deixou sozinha, uma coruja chegava, negócios e ele saía ou viajava. Acostumada? Sim, é claro que eu estava, esse era o tipo de coisa que ele e a mamãe viviam fazendo. Terminei meu suco de laranja com abóbora e me levantei da mesa, resolvi que ia seguir os conselhos do meu pai. entrei no chuveiro e ali me demorei durante uns quinze minutos, mais com o tempo de secar os cabelos sem magia, arrumá-los, passar hidrante, perfume e maquiagem. Sério... meu pai estava se esguelando no corredor:

-IVYENNE LANNISTER, SE VOCÊ NÃO SAIR AGORA EU NÃO VOU PARA A ALEMANHA, MAS VOCÊ TAMBÉM NÃO VAI À HOGWARTS! - Sério? Meu pai achava mesmo que ia me assustar assim? Terminei de vestir as roupas adequadas e a capa de viagem, fiz um "pst" e a minha gata Mimier veio se enroscar nos meus calcanhares, peguei-a no colo e uma bolsa coloquei no ombro. Abri a porta, meu pai respirou aliviado e deixei que ele entrasse, ele pegou o malão dele e colocou o meu em cima do dele. Entramos no carro, sério... meu pai sabia como dirigir um carro e era uma coisa de trouxa que ele gostava, o carro sim e o trânsito não. Sorri, me olhei no espelho... rasoável. Desci as escadas com pressa, sentei-me no banco da frente e apertei o cinto. Meu pai sentou emburrado ao meu lado e jogou a pastad ele no meu colo, revirei os olhos e seguimos viagem.Quando enfim chegamos na frente daquela estação gigantesca foi que o meu pai disse a sua primeira palavra, mas num tom meio rabugento:

-Ivy, vou deixar o carro aqui e pegarei a chave de portal. Você leva sua bagagem no carrinho.- Acenei positivamente e logo que ele parou o carro desci, coloquei a Mim numa gaiolinha para gatos e fui buscar um carrinho de bagagens. quando voltei, meu pai me ajudou a colocar as coisas no carrinho e me deu um abraço, murmuramos um tchau, um eu te amo e um vou sentir saudades e eu fui pelo conhecido caminho da plataforma 9 3/4. Vi os trouxas que aglomeravam a estação e quando me senti menos notável atravessei a pilastra entre as plataformas 9 e 10. E la estava o expresso , lindo como sempre. Tirava o fôlego, sorri para alguns colegas e ri de primeiranistas chorosos. Me livrei logo da bagagem e fui para a cabine que indicava o meu bilhete, a 23b. Caminhei o trem até encontrá-la e quando adentrei esperando uns minutos de privacidade vi que um menino estava sentado, um vento frio entrava pela janela. Revirei os olhos e se ele notou minha presença, nada disse. Argh, ele não vestia as vestes de hogwarts e sim aquele uniforme dos nariz em pé, de durmstrang. Não deixei a cortesia em casa e proferi:


-Olá. - Murmurei algo com impaciencia e sentei-me defronte à ele com impaciência. Não que eu quisesse puxar assunto, mas queria saber porque e o que aquele tipo de gente estava indo fazer na meu tipo de escola.-Intercâmbio? Seria sua primeira vez em Hogwarts?


TAGG: Post: Atemporal. Ivy is wearing as vestes de Hogwarts =]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sammy Walker
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Sammy Walker


Nome Completo : Walker
Animal de Estimação : Gato
Patrono : Gato
Varinha : Salgueiro
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 28
Estou - Resido : Durmstrang
Profissão - Lazer : Student

Informações Bruxas
Cursando: 7º Ano
Casa: Durmstrang
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeDom Jan 15, 2012 4:12 pm

King's Cross Capa10
Flashback ~ King's Cross ~ Check In ~ 002

Sammy já aguardava o pior da viagem, afinal o que tinha na cabeça desse povo Neandertal, ninguém utilizava trem como meio de transporte, apenas trouxas, e isso que estavam fazendo. Já tinha dezessete anos, fora a melhor coisa que aconteceu, pois tinha a liberdade de aparatar, só a imagem de passar horas baqueando com a escória no trem já lhe dava repulsa. Sentia certo desprezo no ar, não estava muito a fim de papo, já se esquecerá de casa, embora o trem nem houvesse partido, nada vinha a sua cabeça, apenas o prévio sofrimento e desgraça.

E como diz o velho ditado, quanto mais rezamos, mais assombrações aparecem. Enquanto peregrinava na revolta de seus pensamentos, pode perceber a entrada silenciosa de alguém, não gostava muito de intrometidos, forçava a mão contra-varinha, abaixo do casaco, medida preventiva. Ignorou a figura, não dando o trabalho de encará-la.

- Olá! – dizia uma bela jovem, sentando a frente, não havia muita simpatia em seu tom de voz, e durante um momento agradeceu a Merlin, pois não queria nada disso. Too late, já estava sendo interrogado e mal acabará se chegar, e a viagem vai com toda certeza prometer, arg!, não gostava de questionamentos, afinal achava tanto quanto desnecessário. Sammy sempre fora educado, mas com o povo de Hogwarts, a conversa era definitivamente outra. Pensou em alguma medida rápida, podia sair do vagão que estava, e correr para outro, tentar encontrar alguém de Durmstrang, mas não iria arranjar confusão, não antes mesmo em pisar em solo Hogwiano.

- Intercâmbio? Seria sua primeira vez em Hogwarts? – era questionado, não estava a fim de papo, mas abriu um sorriso falso e tentou de maneira natural responder, embora percebesse que estava segurando as cordas vocais, para não demonstrar arrogância - Sim, estou em intercambio com outros alunos de Durmstrang, vamos passar o ano letivo, com vocês. Premier et le dernie educadamente, Sammy explicou-se ao máximo que sua vontade permitia, tentando ser o mais claro e objetivo.

Aproveitou a brecha aberta pela garota, para indaga-la: - Désolé, vous parlez français? – embora soubesse que a resposta poderia ser negativa, gostava de saber com que tipo de inteligencia estava lidando, afinal em Durmstrang, o Inglês, assim como o Alemão e Francês era obrigatório para todos os alunos ingressantes, a única coisa que realmente sabia a respeito do aprendizado dos alunos, era Runas Antigas, sendo parte da grade curricular obrugatória a partir do nono semestre.

- Ridículo - pensando no nível decadente de estudo.

Percebeu que sua mão ainda repousava sobre a varinha, descansou, e logo debruçou ao lado da janela, lançando o corpo com certa força. Agora fluía pensamentos, quantas pessoas entrariam nesse vagão, seria obrigado explicar o porquê estava ali, Scheiße - pensou, ainda encarando a jovem, já percebendo que o assunto ali não iria render até o final da viagem, quer dizer, assunto envolvente.

•tags• Ivyenne Lannister.
•status• Flashback
•comments• Sammy está revoltando por estar indo pra Hogwats, odeia tudo quanto imagina. | Scheiße é "merda" em alemão, ele realmente está desprezando a garota.
•wear• Conjunto de Dursmstrang
•credit• me

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://durmstrang.justboard.net
Ivyenne Lannister
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Ivyenne Lannister


Habilidade : Nenhuma
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 26
Estou - Resido : Wonderland

Informações Bruxas
Cursando: 4º Ano
Casa:
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeDom Jan 15, 2012 6:36 pm

Bruta, ciega, sordomuda


- - - - - - - TORPE, TRASTE,TESTARUDA

Es todo lo que he sido, por ti me he convertido.En una cosa que no hace otra cosa más que amarte.Pienso en ti día y noche y no sé como olvidarte.
___________________________________________________________________



Eu queria mesmo entender porque as pessoas falavam uma com a outra se não queriam dar continuidade à um assunto qualquer, sei nem porque se olhavam. Aliás, a etiqueta existia para fazer o outro te aceitar mais ou menos, e a cordialidade para te fazer mais aceitável fronte à sociedade. É verdade, eu tinha falado com ele, perguntado algo à ele... o rapaz era elegante, até que ficava bem naquela joça que o povo de durmstrang chamava de veste, mas ele não era simpático, muito menos eu era simpática. À minha primeira tentativa de contato eu senti que uma onda de antipatia transpassou por ele, daí a minha segunda pergunta. Vamos fazer isso ficar legal, pensei maléficamente que acho que até deixei um sorriso zombeteiro sambar e bater pandeiro nos meus lábios. Reparei no sorriso que ele abriu, se era falso, deviam treinar teatro em durmstrang, porque me convenceu bastante. Sorri-lhe de volta, epregando uma certa força e torcendo para que eu o convencesse tanto quanto ele fez comigo.Sua voz veio extremamente polida, disse que estava em intercâmbio junto com outros alunos de durmstrang, mas ali na cabine só tinha ele. As passagens deveriam ter sido distribuidas com alunos de Hogwarts para que o contato e experiÊncia começassem ali mesmo. Acenei e sorri, estava ficando mais natural conforme os minutos passavam....certeza que ensinavam pelo menos controle emocional em Durmstrang. Mas o meu sorriso se esvaiu conforme ele proferiu em francês, esnobe, que seria o primeiro e último. Arfei de alívio, se dependesse de mim não queria aquela gente por mais nenhum ano em Hogwarts. O que esse povo tava pensando? Mas antes que fosse demonstrada minha falta de carinho, atenção ou cordialidade , ele perguntou se eu falava francês. Revirei os olhos e pensei comigo mesma, quem nessa sociedade não fala, né? Todo mundo acha isso o summum de l'élégance. Sorri para ele e disse:

-Oui,
l'espagnol et le portugais. Pero no me gusta alemán! - Sorri, mas dessa vez foi sincero, era mais de triunfo do que qualquer outra coisa. Eu era de certo modo esnobe, insuportável, por vezes intragável. Mas se aquela santa ignorância não quisesse estar ali, porque estava "intercambiar" em outra escola. Ficasse na sua escola, casa e afins. Sorri , estava pegando a pratica, né? Mas no fundo até que eu estava contente:

-Lá em Durmstrang os senhores estudam essas linguagens, né? Alemão não é de grande importância no mundo globalizado, Espanhol sim. Devido às origens latinas é muito falada e importante. O Francês, que graças à Merlim os dedicadíssimos docentes de Durms ensinam- Carreguei ai com uma itada, na verdade uma concha de ironia- E por fim o Mandarim, que pelo visto nessa cabine ninguém conhece, né? - Recostei a minha coluna no banco do cadeira para repousá-la e relaxá-la. Sorri para ele e fiquei tamborilando os meus dedos em cima dos joelhos. Pisquei para desembaçar os meus olhos, a viagem podia ser chata, mas eu acho que a provocação ia ser constante. Sorri e dessa vez foi o sorriso mais bonito que já dei, pena que futuramente eu ia descobrir, que mesmo se ele não tivesse irritado, meu sorriso não valeria de nada.



TAGG!:Sammy Walker Post: atemporal NOTES: Ivy se encontra entediada, nem com raiva.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Willian Malkovich Black
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Willian Malkovich Black


Nome Completo : Malkovich
Animal de Estimação : Coruja ( Taylor )
Habilidade : Metamorfamago
Varinha : Carvalho
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 25
Estou - Resido : No castelo
Profissão - Lazer : Estudante - Hogwarts

Informações Bruxas
Cursando: 1º Ano
Casa: Sonserina
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeQua Jan 18, 2012 6:01 am

- Willian , Willian , acorde filho vai perder o horário do trem para Hogwarts quer dormir fica mais não vou deixar você ir para a escola !

Quem acabou de acordar o Willian é a Irmã de criação Joenne , então todo animado e sem tempo foi direto para o banheiro lavou o rosto tomou banho , vestiu-se com uma camisa polo amarela , calça jeans e um tênis foi a cozinha tomou o café que sua irmã já havia preparado então foi ao quarto após escovar os dentes Joenne já havia arrumado as malas de seu irmão e deu um dinheiro para o jovem comprar os materiais .

Sua irmã era uma bruxa que estudou em Hogwarts . O pai de Joenne e a mãe de Willian se casaram , o pai era trouxa mais tinha parentescos bruxos e acabou trabalhando no Ministério da Magia ( pai de Joenne ) a mãe deles era bruxa que estudou em Hogwarts , mais o casamento de Cláudia e Thiago não deu certo e Joenne acabou pegando Willian ainda neném e morando em outro lugar e acabou que o jovem não conheceu nem pai nem mãe , e a Jovem sendo meio-irmã cuidou do jovem como se fosse filho .

Agora Willian com 11 anos vai para Hogwarts e Joenne com 32 que está no mundo Trouxa permanentemente trabalhando como enfermeira. E agora vai levar o jovem para a estação .

Os dois saíram correndo Willian com uma mala de roupas ( mala que era grande ) sua coruja , Taylor e uma mochila com um saco de comida da coruja e mais um pouco de roupa . Joenne pegou o carro e correndo para a estação e após foi levando Willian para plataforma e o jovem com medo de perder o trem ... dando o horário certo o jovem despediu-se de sua irmã e com as malas passou pela parede e lá na plataforma via alunos com pais e mães ali e ele tinha que se virá pra ir para Hogwarts .

"Piiiiiiiii , piiiiiiii " o maquinista puxa acorda para avisar para todos entrarem o trem vai partir 10:30 Willian olha o relógio e vê 8:55 e entra dentro do trem simplesmente pegou a carta com um frio na barriga mostrou para o homem para verificar se está carta é para Hogwarts mesmo mas Willian foi BURRO , sorte e o moço era bom se roubava a carta e já era e o mesmo diz que é está mesmo e o jovem diz .


- Obrigado senhor , é minha primeira vez indo para Hogwarts .


O homem diz que percebeu e fala para entrar logo . Então Willian entra no trem vê o vagão mais vazio e entra e fica lá botou as malas em cima a mochila também e a coruja ao lado e fica lá dentro esperando o trem partir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucas Fermöhlen Hoffmann
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Lucas Fermöhlen Hoffmann


Nome Completo : Fermöhlen Hoffmann
Animal de Estimação : Aguia
Patrono : cobra
Habilidade : Nenhuma
Varinha : Salgueiro
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 26
Estou - Resido : .

Informações Bruxas
Cursando: 4º Ano
Casa: Sonserina
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeQui Jan 19, 2012 8:45 am

acordo atrasado aparato do meu imóvel para Kings cross e compro uma passagem para Hogwarts e apenas com 2 mochilas corro para a plataforma e o vejo famílias se despedindo e o trem quase saindo entro correndo no trem e me sento em uma das cabines e vejo crianças do primeiro ano mas quem eu realmente procuro não estava lá então fico em silencio no meu lugar até chegar em Hogwarts querendo dormir mas não posso espero ate chegar em Hogwarts .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Willian Malkovich Black
Titulado: Slytherin ∫ Escola de Hogwarts.Slytherin ∫ Escola de Hogwarts
Willian Malkovich Black


Nome Completo : Malkovich
Animal de Estimação : Coruja ( Taylor )
Habilidade : Metamorfamago
Varinha : Carvalho
Estado Civil : Solteiro(a)
Idade : 25
Estou - Resido : No castelo
Profissão - Lazer : Estudante - Hogwarts

Informações Bruxas
Cursando: 1º Ano
Casa: Sonserina
King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitimeTer Jan 24, 2012 7:07 am

Willian dentro do trem quieto sentado falando com sua coruja Taylor , que ficava olhando para ele , e o jovem sentia saudades de sua irmã Joenne parecia que não a via a anos , mas tinha horas que Willian não a via mas para ficar mais alegre entrarão dentro da sala duas pessoas uma garota e um garoto eles também do primeiro ano primeira vez em Hogwarts e pensava como ia ser a vida lá na escola e começam a conversar trocando assuntos e os jovens se atendiam pelo nome de Caio e Carolina Willian logo pergunta se eles são irmãos e confirmam que são e logo perguntam se o jovem tem irmão ou irmã e diz que sim , Joenne Malkovich , mais logo Willian com seu jeito preguiçoso começa a fechar os olhos querendo dormir e tira uma barra de cereal do bolso e começa a comer e logo oferece para os irmãos que estavam ali com o garoto .

Ali poderia ser o começo de uma grande história amizade , uma grande história . Dentro do trem havia pessoas do primeiro até adultos Willian tem vontade imensa de pergunta a alguém mais velho em Hogwarts para saber como é lá . E ali sentado o jovem acaba dormindo .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado
Titulado: .



King's Cross Empty
MensagemAssunto: Re: King's Cross   King's Cross I_icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

King's Cross

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Mundo :: Londres-
Criar um fórum | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum